Faz Sentido

Edifica o olhar que está para além do horizonte comum.

Bem-vindo ao Faz Sentido

Pré-Seminário

NOTÍCIAS

Com deserto e com Deus

A experiência do tempo de discernimento gera uma moção interior que tudo coloca sobre interrogação como nunca antes se viu. Implica-se num olhar contínuo sobre coisas aparentemente simples e resolvidas, mas que agora, são dilemas sobre o propósito, potencial e sentido da vida.

Com deserto e com Deus

Pré-Seminário

04 de Maio de 2017

Pedro Pinto, Pré-Seminário Jovem/Adulto

A experiência de pré-seminário que vivo acerca de um ano, se mais não cabe neste espaço, seja previamente entendida nos 39 anos de idade que tenho, nos 13 de trabalho como engenheiro, no ser solteiro, filho único, na paixão pelo surf e pelo mar, no voluntariado, no grupo de leigos missionários, no lecionar da catequese e, mais importante, no encontro pessoal e reconhecido com Jesus, no meu coração, há 6 anos.
Se há uns 10 anos atrás, me perguntasse se pensaria alguma vez em apaixonar-me pelo surf, diria que não, pois como vivi sempre distante do mar, nunca me imaginei sequer a tentar essa prática. Do mesmo, se me colocassem a hipótese de fazer discernimento vocacional, numa comunidade que propõe o sacerdócio como opção de vida, na mesma altura, diria que tal seria impossível.
Contudo, tanto para o surf como para o pré-seminário, eventos e pessoas que se colocam e cruzam na nossa vida, interpelam-nos e apontam para novos horizontes e diferentes oceanos.
Em consequência, após uma série de circunstâncias carregadas de simbolismo, quer em termos de mensagem, conexão, alegria e encontro improvável, num determinado domingo, decidi lançar?me para o desafio do pré-seminário, sem muito pensar quanto estava a colocar na balança da justiça que finalmente se acometerá na decisão.
A experiência do tempo de discernimento gera uma moção interior que tudo coloca sobre interrogação como nunca antes se viu. Implica-se num olhar contínuo sobre coisas aparentemente simples e resolvidas, mas que agora, são dilemas sobre o propósito, potencial e sentido da vida.
Atualmente, de tão árduo caminhar por fadiga emocional e psicológica, sinto-me como um pêndulo oscilando entre avanços e recuos, escrutinando todos os “movimentos” interiores, mensagens, acontecimentos, desafios e outras saídas, na expetativa de encontrar conexões com alento para continuar ou mesmo desistir.
É um combate doloroso, subestimado e aparentemente insuportável, com o mais íntimo de nós, com os nossos sonhos e paixões, há tanto tempo sedimentadas.
Enfrentei quedas e desafios, só desvendados enquanto me dispus a permanecer neste caminho, até a primeira grande meta que nem sei se vou alcançar.
Um percurso duro, mas, muitas vezes suavizado com o bálsamo do encontro com a comunidade ou o grupo de pré-seminário, onde se cantam vésperas, se partilha o pão, histórias de vida, o pulsar da comunidade e o sentir de cada um.
Assim revejo a minha caminhada de discernimento vocacional, com oração, com avanços e recuos, com tristeza e alegria, com forças e fraqueza, com ânimo e desânimo, com questões e respostas, com partilha e silêncio, com deserto e com Deus.

 

Pré-Seminário Jovem/Adulto