Faz Sentido

Edifica o olhar que está para além do horizonte comum.

Bem-vindo ao Faz Sentido

Seminário Maior

NOTÍCIAS

O Pecador, o Pescador e o “S

Ei-los juntos de novo! O Pecador, o Pescador e Jesus

O Pecador, o Pescador e o “S

O Pecador, o Pescador e o “S

Retiro Espiritual

14 de Setembro de 2019

Nos lugares e pelas vozes mais inesperadas, Deus convida-nos a completar alfabetos que alicerçam palavras, frases, textos, livros, bibliotecas e vidas, onde a pequenez de uma letra suplanta a enormidade de um olhar com “s”,de um sentir com “s” e de um viver com “s”.
Inundados, portanto, por esta sopa de “esses”, convém que,de uma forma sublime e bela, se saiba dar significado às colheradasque se vão tomando, porque quem sabe estará no meio delas aquela inquietante letraque ordenará caminhos aos“esses”, eproporcionará passos que transcendam as pernas. Aquelaque transformará pecadoresempescadores de homens!
Neste horizonte de quem se deixainesperadamenteinundar por estes “esses” quematam a sede da sede de Deus, fascina-me a sua acompanhante influência no nosso peregrinar,pelo que a diferença entre o pecador e o pescador é como uma criança. Ou seja,o tamanho incerto, a alegria a pilhas, as grandes inquietaçõese os incalculáveis pequenos passosfazem dela uma feliz metáfora dessa travessia que vai do pecador ao pescador. Assim, a diferença entre eles(entre aqueles que começam por “pês”)é, aparentemente, um “s”de sentido, de seguimento e de sedeque, parecendo mais do mesmo,éna verdade,é o mesmo com que tudo seja mais nessa desconcertante travessia!
Assim sendo, o retiro espiritual, realizadopelo primeiro e segundo anosna semanade 9 a 14setembro, no Seminário dos Missionários Passionistas Barroselas, emPonte de Limafoi otempo e momento de reconfigurar anossa sede com a sede que Deus tem em dar-nos esseamor incomensurável, que rompe com todasas conceções gramaticaisde como pôr um “S” bem colocado, ainda que, aceitando só uma gramática: a do amor.

Texto: Rui Machado, 2º Ano; Fotos: Equipa de Comunicação Faz Sentido