Faz Sentido

É uma comunhão de pessoas que seguem um ideal: Jesus Cristo.

Bem-vindo ao Faz Sentido

Seminário Maior

NOTÍCIAS

No passado dia seis de Janeiro, os Seminários Arquidiocesanos de Braga, ainda envolvidos na alegria inebriante do nascimento de Jesus, realizaram o seu Encontro de Reis, com toda a comunidade- formadores, seminaristas e seus familiares, fazendo-se entrelaçar o canto, a poesia, a oração e o convívio

Na alegria inebriante

Na alegria inebriante

Reis

16 de Janeiro de 2019

No passado dia seis de Janeiro, os Seminários Arquidiocesanos de Braga, ainda envolvidos na alegria inebriante do nascimento de Jesus, realizaram o seu Encontro de Reis, com toda a comunidade- formadores, seminaristas e seus familiares, fazendo-se entrelaçar o canto, a poesia, a oração e o convívio.
O encontro iniciou com a declamação de um inspirador poema de Alberto Caeiro relativo ao menino nascido, para nós, da Virgem Mãe, pela voz do seminarista Rafael Cepa.

Porque também na pequenez reside o vero sentido do Natal, seguiu-se a belíssima e dinâmica atuação do Coro dos Pequenos Cantores de Esposende, na Igreja de S. Paulo, merecedora de grandes e longos aplausos de profunda admiração e contentamento por parte de todo o público. Após a referida atuação, usou da palavra D. Nuno Almeida, Bispo auxiliar de Braga, que manifestou o seu enorme agrado perante todos os presentes: «Pequenos cantores em estatura, mas grandes na sua arte e nas suas vozes tão sublimes», afirmou.

Seguiu-se, com uma igreja repleta, a Eucaristia, na qual se celebrou a Solenidade da Epifania do Senhor, presidida por D. Luiz Lisboa, bispo da diocese de Pemba, o qual na sua homilia afirmou e sublinhou o facto de “Deus se manifestar, de uma periferia para o mundo inteiro, procurando acolher e chamar todos os povos, mesmo que diferentes nas formas de se exprimirem ou de agirem”, tecendo ainda um veemente apelo à comunhão fraterna entre os membros da Igreja, pois só assim se torna possível fazer caminho e seguir a estrela referida no Evangelho.

No final desta mesma Eucaristia, o Grupo de Cantares do Seminário Conciliar de S. Pedro e S. Paulo apresentou algumas das canções do tradicional “cantar de reis” que, ao longo do fim de semana, haviam sido levadas a várias comunidades paroquiais do arciprestado de Monção.

O término do dia ficou marcado pelo já habitual jantar, promovendo um animado e são convívio entre todos os membros da comunidade.
 

Bruno Pinto