Faz Sentido

É o início do caminho em direção a Cristo.

Bem-vindo ao Faz Sentido

Seminário Menor

NOTÍCIAS

Uma Recoleção Diferente

Nos passados dias vinte e dois e vinte e três de maio, a comunidade do seminário preparou-se para uma reflexão interior e aprofundada nos espaços do seminário. Os tempos exigem mudanças; torna-se necessário um confronto com as dificuldades desta pandemia, mas na vida a escuta interior e a decisão do caminho podem também ser uma emergência. Assim, apenas na comunhão com Aquele que ressuscitou, e agora nos interpela, podemos apreciar estes momentos únicos na nossa história.

Uma Recoleção Diferente

Uma Recoleção Diferente

Recoleção

23 de Maio de 2020

O terceiro ano procurou a “sombra do Invisível” através do tema “À espera da luz inesperada”, uma Luz que nos poderá cegar, mas simultaneamente iluminará toda a nossa imagem, tornando visível as ruínas e os atributos únicos de cada pessoa. Segundo Nietzsche, “os pés também pensam”, assim, esta simples expressão orientou o nosso pensamento e ação para os membros inferiores, que nos podem levar até ao encontro da transcendência.

A nossa caminhada tem como meta a Luz, mas teve como pontos de “repouso” a sombra (proveniente dessa claridade e expressão das dúvidas, que surgem durante o nosso percurso), a decisão do caminho (recordando a origem deste caminhar) e por último, a importância do Espírito (como impulsionador da superação e da mudança).

O nosso caminho é concretizado por distintos estados de conservação sob diferentes vias. Se “Deus também passa pelos ladeiros”, nesses passos cuidados sentimos a confiança e o medo, mas para atravessar é preciso superar essas inseguranças. Noutros percursos, a paz de Nosso Senhor está connosco, tornando mais fácil e feliz a caminhada. O percurso é muito longo e, em cada etapa que superamos, reforçamos a nossa fé e a esperança no verdadeiro encontro com a Luz.

No decurso da caminhada, aparecem enigmas e obstáculos semelhantes a outros já superados ou apenas evitados. As novas obstruções diante de nós exigem um outro método, um método assente na verdade, justiça e confiança. O nosso passado, pode ser a nossa ruína, mas também nos pertence; com ele carregamos os benefícios e os problemas, e apenas o caminho pode mudar o futuro. Agora é tempo de cuidarmos de nós, ao ponto de nos fortalecermos, para que cresçamos robustos como um terebinto, que dará muito fruto. O seminário tem agora um terebinto! Será um sinal? Caminhemos confiantes com Deus!

João Miranda, 3º Ano; Fotos: D.R.