Serão Cultural com o Dr. João Miguel Tavares

Na passada quinta-feira, os Seminários Arquidiocesanos de Braga receberam o Dr. João Miguel Tavares, cronista e escritor de renome nacional, para mais um serão cultural. Este momento cultural pretendeu dar sequência a um diálogo que deseja interpelar o orador sobre o modo de presença da Igreja na sociedade contemporânea, em particular os desafios que os futuros padres, como um dos rostos da Igreja, poderão encontrar e cuidar no diálogo com a sociedade.

Assim sendo, o Dr. João Miguel Tavares apresentou-nos, na sua exposição, aquilo que o faz afirmar ser um “cristão ateu”. Deste modo, afirmou a necessidade de reorientar o pensamento acerca de Deus. Assim, de um cristianismo onde a imagem de Deus é afirmada como do “tipo forte”, seria importante transitar para uma linha em que se atente para a debilidade do próprio ser divino. Assim, a partir da debilidade, o cronista sustentou a hipótese da teologia fazer uma articulação entre a secularização e a própria mensagem de Cristo expressa nas parábolas. Por conseguinte, suspendia-se o caráter impositivo de uma lei absoluta, possibilitando-se a articulação entre o dogma e a parábola.

Por fim, deixou-nos três conselhos e alertas para que, enquanto futuros padres, possamos atender e estruturar um diálogo mais profícuo com a sociedade civil e contemporânea, a saber: o cuidado e preferência pelo belo; habitar o âmbito da dúvida, dando-lhe rosto; não deixarmos de olhar para nós mesmos, no sentido de uma insistência em habitar o mais íntimo de nós mesmos pela relação com Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *